Chirac discute anti-semitismo em reunião de emergência

O presidente francês, Jacques Chirac, e oprimeiro-ministro Jean-Pierre Raffarin terão amanhã uma reunião de emergência com seus ministros do Interior, Justiça e Educação para discutir o combate ao anti-semitismo, antes dereceber líderes da comunidade judaica do país, que soma 600 mil pessoas e é a maior da Europa. A decisão foi anunciada depois de um ataque incendiário a uma escola judaica, ontem, num subúrbio de Paris. Não houve vítimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.