Chirac e enviado da ONU conversam sobre Iraque

O enviado da ONU ao Iraque, Lakdar Brahimi, disse neste sábado que são boas as possibilidades de uma transferência de poder em Bagdá da autoridade de ocupação americana para um governo que tenha maior legitimidade aos olhosdos iraquianos. Brahimi, encarregado de elaborar um plano para atransição política no Iraque, disse que o novo governo interinoterá poderes restritos.O representante das Nações Unidas discutiu com Chiracsua proposta de uma conferência nacional em julho e a eleição deuma assembléia consultiva junto com o governo de transição atéas eleições de 2005. "Sugerimos a criação de uma assembléia consultiva quesurja desta conferêcia nacional", disse o enviado. Esta é adata prevista para a entrega do poder aos iraquianos.Os EUA disseram que proporão uma resolução na ONU queautorize a presença de novas tropas de paz assim que osecretário-geral da organização, Kofi Annan, aprovar o plano deBrahimi. O secretário de Estado americano, Colin Powell, dissena sexta-feira que confia em que seja aprovada uma resoluçãodurante as dez semanas que faltam para a transferência do poderno país árabe ocupado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.