Chirac pede a Abbas que implemente o Acordo de Meca

O chefe de Estado francês, Jacques Chirac, pediu neste sábado, 24, ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, que confirme o Acordo de Meca na prática, especialmente com o reconhecimento pelo governo de união nacional dos acordos de paz firmados pela Organização para a Libertação da Palestina (OLP)."É um ponto importante dadas as preocupações da comunidade internacional nesta área", ressaltou Chirac, ao receber o presidente da ANP no Palácio do Eliseu.Abbas termina em Paris uma viagem européia para buscar apoio para o Acordo de Meca, firmado com Hamas para a formação de um governo de união nacional.Chirac disse que "agora corresponde aos diferentes atores" fazer com que esse acordo seja "confirmado na realidade e nos fatos", e destacou em particular o reconhecimento dos "compromissos" da OLP."Afirmamos aqui nosso compromisso com a solução de dois Estados", um israelense e outro palestino, com "os acordos passados", e "nossa rejeição ao terrorismo e à violência", afirmou Abbas.A solução de dois Estados, vivendo "em paz e segurança" um junto ao outro, foi assinalada por Chirac como "a única razoável".O presidente da ANP também pediu ao presidente francês sua "ajuda e apoio" para reativar o processo de paz com Israel.A União Européia, que congelou as ajudas à Administração palestina após a chegada do Hamas ao poder há quase um ano, indicou que esperava conhecer a composição e o programa do futuro governo de união nacional para decidir seu reatamento.Ontem, em Berlim, a chanceler alemã e presidente de temporária da UE, Angela Merkel, reafirmou perante Abbas a necessidade de cumprir os três critérios fixados pela comunidade internacional: o reconhecimento de Israel, a renúncia à violência e a aceitação dos acordos firmados anteriormente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.