Chirac sugere que França poderá agir em ofensiva militar

O presidente da França, Jacques Chirac, disse hoje que sua nação irá se juntar aos Estados Unidos na luta contra o terrorismo, sugerindo as forças armadas francesas tomariam parte na ofensiva militar. "Nos últimos dias, os Estados Unidos fizeram novos pedidos para participação militar. Nós iremos assumir nossa parte em espírito de solidariedade e responsabilidade", disse Chirac em cadeia nacional de TV.

Agencia Estado,

07 Outubro 2001 | 16h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.