Choque de helicópteros mata 7 fuzileiros navais nos EUA

Sete fuzileiros navais dos Estados Unidos foram mortos na noite de quarta-feira quando dois helicópteros colidiram durante um voo noturno de treinamento perto da fronteira dos Estados da Califórnia e do Arizona, informou nesta quinta-feira o Corpo dos Fuzileiros Navais dos Estados Unidos. Os helicópteros colidiram sobre um canto remoto do complexo de treinamento de Yuma, Arizona. "Nós ainda recolhemos uma série de detalhes e evidências do desastre", disse a tenente Maureen Dooley, da Base Aérea de Miramar, na Califórnia.

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2012 | 14h55

Serão necessárias pelo menos 24 horas para os fuzileiros navais divulgarem os nomes dos mortos que estavam nos helicópteros. Dooley disse que os treinamentos são realizados na região desértica porque lá as condições são semelhantes ao Afeganistão. Ela não confirmou se o acidente ocorreu por falhas técnicas ou humanas.

No ano passado, vários acidentes mortais ocorreram com fuzileiros navais em treinamento no sul da Califórnia. Em setembro, um helicóptero caiu perto do campo Pendleton, ao norte de San Diego, matando dois fuzileiros que estavam a bordo. Em agosto, dois outros fuzileiros foram ejetados dos caças que pilotavam sobre o Oceano Pacífico. Eles ficaram quatro horas boiando no mar e no escuro antes de serem resgatados. Eles tiveram ossos quebrados mas sobreviveram. Em julho, mais um fuzileiro morreu quando seu helicóptero fez um pouso de emergência em um local remoto do campo Pendleton.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.