Choque de polícia e radicais deixa um morto na Tunísia

Pelo menos uma pessoa morreu e 15 ficaram feridas neste domingo, 19, em confrontos entre membros de um grupo islâmico radical salafita e a polícia da Tunísia.

AE), Agência Estado

19 de maio de 2013 | 20h05

Os distúrbios ocorreram após o governo ter proibido o encontro anual do grupo, um dia antes de sua prevista realização. O braço local da rede extremista Al-Qaeda conclamou os militantes a não aceitarem a norma do governo e resistir.

Cerca de 11 mil homens, entre policiais e soldados, foram mobilizados na cidade de Kairuan, onde seria realizado o encontro. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Tunísiaviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.