Choque de trens deixa 22mortos e 50 feridos na Índia

Trens de passageiros e de carga colidem perto de estação. Vítimas ficaram presas nas ferragens

, O Estado de S.Paulo

21 de setembro de 2010 | 00h00

BHOPAL, ÍNDIA

Um trem de passageiros chocou-se ontem contra um comboio de vagões de carga no Estado de Madhva Pradesh, região central da Índia, deixando pelo menos 22 mortos e 50 feridos. O acidente ocorreu perto da estação de Badarwas, 260 quilômetros ao norte da capital do Estado, Bhopal.

Moradores uniram-se aos bombeiros para tentar retirar os sobreviventes do ferro retorcido dos vagões. Muitos feridos foram levados para os hospitais em helicópteros de resgate. Até a noite de ontem, pelo menos 18 pessoas permaneciam hospitalizadas.

Autoridades indianas disseram que já foi aberta uma investigação para descobrir como os dois comboios foram parar na mesma linha férrea no momento da colisão.

Acidentes ferroviários são comuns na Índia. Em julho, pelo menos 60 pessoas morreram no Estado de Bengala Ocidental, num desastre semelhante ao de ontem.

Rede vulnerável. A Índia possui uma malha ferroviária de mais de 63 mil quilômetros - o equivalente a 12 vezes a distância entre Porto Alegre e Manaus. Mais de 18 milhões de passageiros e 2 milhões de toneladas de cargas são transportados por trens diariamente.

Apesar da importância que o serviço de trens tem na vida dos indianos, a malha ferroviária, o sistema de sinalização e a tecnologia dos comboios é considerada rudimentar. A superlotação e a falta de fiscalização colaboram para formar o quadro ideal para tragédias como a de ontem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.