, O Estado de S.Paulo

10 de janeiro de 2011 | 00h00

Pelo menos 11 pessoas já morreram em violentos choques entre forças policiais e manifestantes na cidades de Thala e Kasserine, região oeste da Tunísia. Os protestos começaram ainda no ano passado contra a difícil situação econômica, o aumento do preço de produtos básicos e o alto índice de desemprego. Prédios públicos têm sido frequentemente atacados na região de Kasserine e a sede do partido do presidente tunisiano, Zine El Abidine Ben Ali, foi cercada por manifestantes que queimaram carros. Houve choques com a polícia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.