Chrétien: suspeita por enriquecimento ilícito

Faltando menos de um para receber os chefes de governo do hemisfério na Cúpula de Québec, o primeiro-ministro do Canadá, Jean Chrétien, pode ser forçado a arranjar antitrião-substituto para o terceiro conclave dos líderes das Américas se não responder de forma rápida e convincente às acusações de enriquecimento ilícito que enfrenta desde a semana passada. Na última sexta-feira, no parlamento, o ex-primeiro ministro Joe Clark, líder do Partido Conservador Progressista, pediu o afastamento de Chrétien enquanto as elegações não forem investigadas e esclarecidas. "Nas circunstâncias atuais, ele não está em posição de atuar com a autoridade necessária como chefe do governo e primeiro-ministro do Canadá e deve afastar-se até que um inquérito determine se agiu ou não corretamente". Mais informações

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.