Chuck Norris visita tropas americanas no Iraque

O ator hollywoodiano Chuck Norris foi fotografado no Iraque visitando tropas americanas instaladas no país. A viagem de Norris, conhecido pela atuação em filmes de ação como Bradock e Os Aventureiros do Fogo, foi a primeira pela United Service Organizations (Organizações de Serviços dos Estados Unidos, em inglês). Ele vai, junto com o ator Marshall Teague, viajar pelo Golfo Pérsico para dar "apoio moral" aos membros servidores e distribuir autógrafos. A presença de Norris no Iraque não causou estranhamento, já que o astro é mundialmente conhecido pela atuação em diversos filmes com temas militares, como Delta Force e Missing in Action. Norris ficou tão famoso como o "matador" que em um site criado em sua homenagem figuram séries de "ditados" do tipo "Armas não matam as pessoas. Chuck Norris mata". Antes de ingressar na carreira de ator em 1977 com Breaker! Breaker!, Chuck Norris conquistou títulos nos EUA como lutador de caratê. Um dos destaques de sua trajetória foi a atuação, a partir de 1993, na série Walker, Texas Ranger, que foi transmitida durante oito anos pela Rede CBS - e passou inclusive no Brasil. O Exército dos Estados Unidos anunciou na terça-feira que três soldados americanos morreram na segunda em atentados em Bagdá, elevando para 102 as baixas no mês de outubro no Iraque. Segundo estudo publicado pela revista médica The Lancet, cerca de 601 mil iraquianos morreram por conseqüência da guerra no Iraque desde seu início, em 2003. Colunista Além de viajar para o Iraque, desde o fim de outubro o ator norte-americano está envolvido em uma nova empreitada. Não, não se trata de mais uma seqüencia do famigerado Comando Delta ou mais um campeonato mundial de artes marciais. Agora Norris é colunista do site americano Worldnetdaily. Em sua coluna semanal, o hexacampeão mundial de caratê aborda temas variados, como família, liberdade, lutas, patriotismo e fé - um de seus temas prediletos. Em um de seus artigos, o ator, que há anos se converteu e agora é um evangélico fervoroso, rebate a teoria da evolução usando como gancho um dos famosos "ditados" - ou "Chuck Norris Facts": "Não há teoria da evolução. Há apenas uma lista de criaturas que Chuck Norris permitiu viver." Norris, então, afirma que tal teoria "não é real. Não é como viemos parar aqui. De fato, a vida que você vê neste planeta é realmente uma lista de criaturas que Deus permitiu viver. Não somos acidentes. Há um Deus, um Criador, que fez a mim e a você. Nós fomos feitos a Sua imagem, o que nos separa de todas as outras criaturas". O ator finaliza dizendo que não é como os personagens que representava. "Até mesmo o personagem mais durão que interpretei não pode se comparar ao real poder deste universo." Matéria ampliada às 18h31

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.