"Chuva de aviões" nos EUA não vai parar, diz Al Qaeda

Um porta-voz da organização Al Qaeda, comandada por Osama bin Laden, elogiou os autores dos ataques terroristas do dia 11 de setembro contra os EUA e convocou todos os muçulmanos a uma guerra santa contra interesses norte-americanos em todo o mundo. Em transmissão da TV árabe Al Jazeera, sediada no Qatar, o porta-voz Sleiman Abou-Gheith disse que "os jovens que destruíram americanos com seus aviões fizeram uma boa ação. A chuva de aviões não vai parar. E há milhares de jovens dispostos a morrer, enquanto os americanos estão dispostos a viver". Ele acrescentou que os autores dos ataques "levaram o combate ao coração da América; a América precisa saber que a batalha não sairá de seu território", até que os EUA suspendam seu apoio a "regimes antimuçulmanos" e "até que encerre seu bloqueio contra o Iraque". "A guerra santa é um dever religioso de todo muçulmano", prosseguiu Abou-Gheith. As declarações do porta-voz da Al Qaeda à Al Jazeera foram transmitidas nos EUA pela rede CNN. Leia o especial

Agencia Estado,

09 Outubro 2001 | 19h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.