Chuva de granizo fecha maior aeroporto de Moscou

Uma chuva de granizo provocou o fechamento do maior aeroporto de Moscou, deixando também mais de 30 mil pessoas no subúrbio da capital da Rússia sem eletricidade. A chuva ocorreu na noite de ontem, deixando também as estradas escorregadias e prejudicando as linhas de transmissão de energia.

AE, Agência Estado

26 de dezembro de 2010 | 08h39

O maior aeroporto de Moscou, o Domodedovo, fechou na manhã de hoje, após a interrupção do fornecimento de energia. Não havia permissões nem para pousos nem decolagens. Agência de notícias russas citaram o funcionário do setor de energia de Moscou Vitaly Strugovets dizendo que o fornecimento de energia para o Domodedovo será retomado na tarde de hoje.

Diferentemente do restante da Europa, Moscou não enfrentou os problemas com atrasos e cancelamentos de voos nem acidentes rodoviários por causa da neve na semana passada. Entre os países mais afetados pela neve estavam o Reino Unido, a França e a Alemanha. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportochuvagranizoMoscou

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.