Chuva faz província chinesa decretar estado de emergência

As autoridades chinesas decretaram o estado de emergência na província de Hunan, centro-sul do país, onde mais de 10 milhões de pessoas estão ameaçadas pela subida das águas do lago Dongting, que está acima de 2 metros do nível de alerta, informou nesta quarta-feira a Cruz Vermelha Internacional em Pequim. O Exército e milhares de reservistas estão mobilizados para reforçar os diques de contenção em Chenglingji, onde o Dongting desemboca no Rio Yangtse. Entretanto, as autoridades das províncias de Guangxi, Guangdong e Fujian estão em alerta devido à passagem do tufão Wongfong, que já obrigou o fechamento dos portos de Maoming e Zhanjiang e levou à declaração do estado de alerta em 30 localidades. As chuvas causaram a ruptura de vários diques e dirigem-se agora para norte. O tufão Wongfong é o 14º a assolar a China desde o início do ano.

Agencia Estado,

21 Agosto 2002 | 06h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.