Chuvas de granizo matam 12 pessoas no sul da China

As chuvas de granizo que atingiram o sul da China nesta semana deixaram 12 mortos, centenas de outros feridos e provocaram prejuízos de dezenas de milhões de dólares. De acordo com a Xinhua, nove pessoas foram mortas na cidade de Dongguan, no sul da província de Guangdong, depois da tempestade de granizo de quarta-feira. A agência oficial de notícias informou ainda que 272 pessoas ficaram feridas em decorrência do mau tempo, que gerou perdas de 357 milhões de yuans (US$ 57,5 milhões).

EQUIPE AE, Agência Estado

23 de março de 2013 | 16h05

Mais três pessoas morreram na província vizinha de Hunan, onde 1.900 moradias foram destruídas pelas chuvas de granizo que começaram na terça-feira, segundo a Xinhua. A região sul da China tem enfrentado tempestades, furacões e chuvas de granizo nos últimos dias. Conforme a Administração Meteorológica da China, as condições adversas devem persistir no fim de semana. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
ChinaChuvas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.