Chuvas deixam 10 mortos e 30 feridos na China

Chuvas causaram deslizamentos de terra em 560 lugares, derrubaram 50 casas e danificaram outras 380

EFE

26 de julho de 2009 | 05h52

O número de mortos pelas fortes chuvas que caem na província central chinesa de Hunan subiu para dez, depois de serem recuperados os corpos de cinco pessoas desde a meia-noite de sábado até a manhã de domingo, informou a agência "Xinhua".

 

Uma pessoa ainda está desaparecida e outras 30 que ficaram feridas se encontram hospitalizadas, quatro delas em estado grave, pelos deslizamentos de terra que ocorreram na cidade de Huaihua. O temporal forçou a evacuação de mais de 5.410 pessoas e um total de 30 mil foram afetadas, segundo explicou Chen Qun, um funcionário local.

 

As chuvas também causaram deslizamentos de terra em 560 lugares, derrubaram 50 casas e danificaram outras 380, mataram mais de dez mil cabeças de gado e 100 mil aves de granja, além de provocar cortes de trânsito e do fornecimento elétrico.

 

O prejuízo direto causado pela tempestade é estimado em 240 milhões de iuanes (US$ 35 milhões). A tempestade terminou no começo da manhã de sábado, após 16 horas, nas quais as precipitações alcançaram 369,7 milímetros. Mais de 18.328 pessoas participaram dos trabalhos de resgate e das tarefas de socorro.

Tudo o que sabemos sobre:
CHINACHUVASINUNDAÇÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.