Chuvas deixam 29 mortos e 84 feridos na Argélia

Chuvas torrenciais na região desértica da Argélia deixaram pelo menos 29 pessoas mortas e 84 feridas, informou hoje o chefe da saúde pública do país, Ali Belkhir. As enchentes ocorreram na cidade histórica de Ghardaia, considerada um patrimônio mundial pela Unesco, e nas proximidades ao sul de Argel, no limite do deserto do Saara. Centenas de pessoas foram resgatadas em helicópteros e cerca de 600 casas foram destruídas, segundo o funcionário."Após essas enchentes, podemos tristemente declarar que 29 pessoas morreram e 84 ficaram feridas", afirmou Belkhir à agência estatal APS. "Os serviços de saúde estão fornecendo ajuda às outras vítimas", completou. No vizinho Marrocos, a agência MAP informou que duas pessoas morreram e várias estavam desaparecidas por causa de enchentes perto de Marrakesh, sul do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.