Chuvas já deixaram 252 mortos e 64 desaparecidos na China

Três milhões de hectares de cultivos ficaram danificados e cerca de 200 mil casas foram destruídas

Efe,

03 de julho de 2008 | 01h14

As inundações provocadas pelas chuvas de monção deixaram 252 mortos e 64 desaparecidos desde o início de junho na China, informou nesta quinta-feira, 3, a agência de notícias Xinhua. No total, são 50 milhões de afetados pelo temporal e as inundações. Três milhões de hectares de cultivos ficaram danificados e cerca de 200 mil casas foram destruídas, informou Zhang Zhitong, subdiretor do Escritório Estatal de Controle de Inundações. Zhang advertiu que o temporal se aproxima da região de Sichuan (oeste), devastada pelo terremoto de 12 de maio. O funcionário reconheceu que este ano a China enfrenta uma quantidade de chuvas acima da média habitual. Além disso, a temporada de chuvas de monção começou antes do previsto no sul do país, que já é castigado por inundações e tufões. A temporada de chuvas provoca inundações todos os anos no sul da China, onde em 2007 mais de mil pessoas morreram.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinachuvasinundações

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.