Chuvas matam 39 pessoas no interior da África do Sul

Pelo menos 39 pessoas morreram por causa de tempestades e enchentes ocorridas no leste da África do Sul, informaram autoridades locais hoje. Além disso, centenas de pessoas tiveram de deixar suas casas por causa da água.

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2011 | 11h21

A agência de gerenciamento de desastres da província rural de Cabo Oriental confirmou 26 mortes, incluindo quatro crianças, como resultado das tempestades que atingem a região desde meados de dezembro. Na província vizinha de KwaZulu-Natal, a polícia afirmou que seis pessoas se afogaram em uma enchente na semana passada, e outras sete morreram durante uma tempestade de trovões no domingo.

Um porta-voz do órgão encarregado do gerenciamento de desastres no país, John Fobian, disse que centenas de pessoas tiveram de deixar suas casas em vários pontos da África do Sul por causa das fortes chuvas, que danificaram propriedades, alagaram fazendas e destruíram plantações. Segundo ele, essas chuvas não são algo fora do comum nesta época, mas o número de mortos dessa vez é "particularmente alto". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
África do Sulenchentesmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.