Chuvas matam duas pessoas no Japão; três desaparecidas

Os cinco operários trabalhavam no distrito de Toshima e foram arrastados pela tempestade

Efe,

06 de agosto de 2008 | 01h20

Dois homens faleceram e outros três permanecem desaparecidos em conseqüência de uma forte tempestade que atingiu na terça-feira, 5, a cidade de Tóquio e sua região metropolitana. Trata-se de cinco operários que trabalhavam no distrito de Toshima, no noroeste de Tóquio, quando foram arrastados pela tempestade. Uma das vítimas é Hiroshi Oshima, um empregado de 49 anos da construtora Hokuritsu, cujo corpo foi achado a três quilômetros da zona onde trabalhava, no rio Kanda, após ser arrastado pela água. Os bombeiros indicaram que, ao fim da terça-feira, acharam também o cadáver de Makoto Terai, de 44 anos. Por enquanto, permanecem desaparecidos Akira Hamada, de 29 anos; Ryuji Matsuo, de 31, e Hirokai Endo, de 38 anos. A Agência de Meteorologia do Japão tinha anunciado para terça-feira fortes chuvas, e advertido sobre a possibilidade de deslizamentos de terras e cheias nos rios. A tempestade causou ainda estragos na província de Gunma, onde 320 mil casas ficaram sem energia elétrica de forma temporária.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãochuvastempestade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.