Chuvas matam três e deixam um desaparecido na China

Sichuan teve perdas avaliadas em US$ 17,6 mi pelo tremor de maio que deixou 90 mil mortos e desaparecidos

Efe,

22 de julho de 2008 | 03h39

Três pessoas morreram e uma está desaparecida devido às chuvas torrenciais dos últimos dias na província de Sichuan, castigada em maio pelo pior terremoto em 30 anos na China. Segundo a agência oficial de notícias Xinhua, dois dos mortos foram vítimas de um deslizamento de terra no distrito de Santai, da cidade de Mianyang, uma das mais castigadas pelo terremoto de maio. A outra vítima fatal e o desaparecido são moradores das localidades de Suining e Leshan, mais ao sul. As tempestades de domingo e segunda-feira na região afetaram 300 mil moradores de Sichuan, e causaram perdas avaliadas em US$ 17,6 milhões, em uma área que já sofreu enormes perdas humanas e econômicas pelo terremoto, que deixou cerca de 90 mil mortos e desaparecidos.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinachuvasterremoto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.