Joan Camacho via REUTERS
Joan Camacho via REUTERS

Chuvas provocam inundações e deixam ao menos seis mortos na Espanha

Serviços de emergência buscam por desaparecidos e ajudam no atendimento a feridos e resgate de pessoas ilhadas em casa

O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2018 | 07h59

PALMA DE MAIORCA, ESPANHA - Ao menos seis pessoas morreram, duas delas britânicas, nas últimas horas devido a inundações provocadas pelas fortes chuvas na ilha espanhola de Maiorca, na Espanha, informaram fontes dos serviços de emergência. As chuvas afetaram neste terça-feira 9 o leste da ilha e, mais fortemente, a região de Sant Llorenç des Cardassar, onde quatro das vítimas morreram.

+ Furacão Michael vai para categoria 4 a menos de 300 km da Flórida

As equipes de resgate buscam por, pelo menos, nove pessoas que foram vistas em situações de perigo, informou nesta quarta-feira, 10, a Guarda Civil. Atuam na operação 300 profissionais de diferentes serviços de emergência. Há ainda feridos, mas sem confirmação de quantos.

"A prioridade é localizar sobreviventes, socorrer as pessoas ilhadas em casas, que não podem sair pelas inundações", disse Antonia Bauza, vice-prefeita de Sant Llorenç des Cardassar.

Nas primeiras horas desta quarta-feira, chegou à ilha a Unidade Militar de Emergências com centenas de efetivos, além de veículos e cães farejadores para contribuir com as buscas e auxiliar os afetados. O grupo se une à Guarda Civil, bombeiros, policiais locais e membros da Proteção Civil.

Cerca de cem pessoas passaram a noite no centro esportivo da cidade vizinha Manacor, habilitado junto a outros espaços públicos para acolher quem não pode chegar a suas casas ou quem teve de abandoná-las pelas inundações.

Segundo o governo regional de Maiorca, nove estradas da zona leste da ilha permanecem fechadas. Cerca de 230 litros de água por metro quadrado caíram na tarde de terça-feira na região de Sant Llorenç des Cardassar em apenas duas horas, informou fontes oficiais.

O Serviço de Emergência pediu a todos os vizinhos que permanecessem em suas casas e que nenhum estudante vá à escola dos municípios da região afetada. Os danos materiais causados pelas chuvas são muito grandes, segundo testemunhas da enchente e dos serviços de emergência deslocados para o local.

Maiorca, no arquipélago mediterrâneo das Ilhas Baleares, é um dos principais destinos turísticos da Espanha. /EFE e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.