AP
AP

Chuvas torrenciais deixam 12 mortos no Japão

Passagem do tufão Etau deixou ainda vários desaparecidos na províncias de Hyogo e Okayama

Efe

09 de agosto de 2009 | 22h24

Pelo menos 12 pessoas morreram e várias continuam desaparecidas devido às chuvas torrenciais que atingiram neste domingo as províncias de Hyogo e Okayama, no oeste do Japão, informou a agência Kyodo.

A região do oeste do país, na qual se encontram as províncias, foi atingida por fortes chuvas e deslizamentos de terra provocadas pelo tufão Etau, cuja passagem pelo Japão causou também chuvas torrenciais no começo da manhã desta segunda-feira em Tóquio.

 

Onze das vítimas moravam em Hyogo, entre elas um representante do governo municipal da localidade de Sayo, de 54 anos, que ficou preso em seu veículo que ficou submerso.

As autoridades locais pediram ajuda às forças de autodefesa japonesas para operações de resgate e recomendaram a retiradas dos moradores das regiões mais afetadas.

 

Cerca de 390 casas de Sayo ficaram inundadas e até o momento 2.290 pessoas foram retiradas, depois que alguns prédios apresentaram inundações de até 1,5 metro de altura.

 

Na província de Okayama, pelo menos duas casas foram arrasadas pelos movimentos de terra na cidade de Mimakasa, na fronteira com a província de Hyogo, onde se encontrou a 12ª vítima.

Texto atualizado às 1h30.

Tudo o que sabemos sobre:
tufão EtauJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.