Chuvas torrenciais e granizo deixam 49 mortos na China

Mau tempo afetou 412.200 pessoas nas comarcas de Minxian, Zhangxian e Weiyuan; 150 mil delas foram retiradas das regiões pelo governo

EFE,

14 de maio de 2012 | 05h08

SÃO PAULO - Pelo menos 49 pessoas morreram e 23 ficaram feridas devido às fortes tempestades de chuva e granizo que caíram na província noroeste de Gansu, durante o fim de semana, informou nesta segunda-feira, 14, o portal de notícias oficial "China.org".

 

O mau tempo afetou 412.200 pessoas nas comarcas de Minxian, Zhangxian e Weiyuan, obrigando a evacuação de 150 mil delas.

 

Estima-se que as perdas econômicas por causa dos desastres naturais ultrapassaram os US$ 254 milhões, com milhares de casas danificadas, cortes de eletricidade registrados em mais de 20 mil residências, estradas e pontes destroçadas, e serviços de telecomunicações interrompidos em seis municípios.

 

Nos meses estivais, a China sofre desastres naturais tais como inundações, tufões e fortes tempestades, que a cada ano causam centenas de mortos, um clima extremo que já começa a fazer estragos nesta temporada.

 

O Centro Meteorológico Nacional prevê que fortes chuvas afetem nos próximos dias várias regiões do sul e noroeste da China, por isso pediu às autoridades dessas áreas para extremar as medidas de prevenção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.