CIA autorizada a desestabilizar Saddam Hussein

O presidente George W. Bush não descartou, nesta quarta-feira, lançar um ataque militar contra o Iraque para derrubar o presidente Saddam Hussein. Bush disse que o presidente iraquiano tem de entender que ele (Bush) fala sério".O diretor da CIA, George Tenet, estaria a favor de um plano que se baseia em ações encobertas, mais do que uma campanha militar aberta. Na verdade, a Agência Central de Inteligência (CIA) já está autorizada a buscar a desestabilização do governo de Bagdá.Uma alta autoridade dos EUA afirmou à Associated Press que assessores de Bush e agências do governo receberam ordens de desenvolver e refinar um "amplo leque" de opções.A autoridade, que pediu para não ser identificada, disse que as recomendações serão avaliadas pelo governo e enviadas à Casa Branca para que Bush possa tomar uma decisão final.Depois de reunir-se com o presidente paquistanês, Pervez Musharraf, Bush admitiu estar considerando várias opções para lidar com Saddam, mas não quis revelar detalhes."Vou mantê-las à mão", disse Bush. "O presidente Saddam Hussein precisa entender que falo sério sobre a defesa de nosso país."Bush também afirmou que uma aliança entre organizações terroristas e nações que apóiam o terrorismo e têm uma história de busca de armas nucleares e outras de destruição em massa seria "devastadora para aqueles que lutam pela liberdade", e os Estados Unidos não irão tolerar isso."Nós, o mundo livre, temos de deixar claro para essas nações que elas têm de fazer uma opção", advertiu Bush. "Vou manter todas as opções disponíveis, se elas não fizerem sua opção."O secretário de Estado, Colin Powell, sugeriu nesta terça-feira, aparentemente de brincadeira, que "causas naturais" poderiam ser a solução. Powell afirmou que, apesar de Saddam ter a mesma idade dele, 64 anos, ele estava em muito melhor forma do que o líder iraquiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.