CIA diz que evitou suposto ataque da Al-Qaeda

A Agência Central de Inteligência (CIA, na sigla em inglês) do governo dos Estados Unidos afirmou que conseguiu evitar uma suposta conspiração de uma filial da rede terrorista Al-Qaeda para destruir um avião de passageiros dos EUA, usando uma bomba com um novo desenho. O plano da Al-Qaeda na Península Arábica, segundo funcionários da CIA, era explodir a bomba e marcar o aniversário de um ano da morte do terrorista Osama bin Laden. O explosivo seria escondido nas vestes de um suicida que embarcaria no avião.

AE, Agência Estado

07 Maio 2012 | 20h15

Segundo os funcionários da CIA, o explosivo seria uma versão mais elaborada da bomba que foi armada em um sapato e que teve a detonação fracassada durante o voo de um avião de passageiros da Holanda a Detroit, em 25 de dezembro de 2009. Segundo a espionagem dos EUA, a nova bomba continha um sistema de detonação mais evoluído.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA CIA Iêmen Al-Qaeda terror bomba espionagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.