CIA mata chefe da Al-Qaeda no Paquistão

Abu Hafs al-Shahri comandava operações da organização terrorista no país asiático

Agência Estado

15 Setembro 2011 | 14h06

WASHINGTON - Funcionários do governo dos Estados Unidos disseram que um importante integrante da organização terrorista Al-Qaeda foi morto no início desta semana na região tribal do Paquistão. O militante era Abu Hafs al-Shahri, que segundo descrição das fontes americanas era o chefe de operações da rede terrorista no Paquistão. Elas falaram em condição de anonimato.

 

Veja também:
especialMAPA: 
As franquias da Al-Qaeda

 

De acordo com os funcionários, al-Shahri trabalhava de perto com o Taleban paquistanês na realização de ataques dentro do Paquistão e também era candidato a assumir as funções do número 2 no comando da Al-Qaeda, Atiyah Abd al-Rahman.

 

Al-Rahman foi morto durante um ataque com aviões teleguiados da CIA no final de agosto, ação que aparentemente também matou al-Shahri, embora as fontes tenham se recusado a confirmar o uso dos aviões não tripulados, já que o programa é secreto. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUA Paquistão Al-Qaeda CIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.