CIA reconhece 'Área 51', mas desaponta ufólogos

Documentos da CIA, a agência de inteligência americana, que recentemente deixaram de ser confidenciais, confirmam a existência da famosa Área 51, o lugar secreto em que os EUA faziam testes de aeronaves durante a Guerra Fria, e durante décadas foi alvo de especulação a respeito de supostos fenômenos ufológicos. No entanto, os documentos não fazem nenhuma referência à existência de extraterrestres, quedas de óvnis e presença de discos voadores, como indicam muitas teorias.

O Estado de S.Paulo

18 de agosto de 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.