CIA só tem previsões pessimistas para o Iraque, diz o NYT

Um documento publicado primeiramente pelo jornal The New York Times, intitulado Estimativa do Serviço de Inteligência Nacional, traz uma avaliação sombria das perspectivas para o Iraque. O documento foi preparado pela CIA e entregue ao presidente George W. Bush em julho.De acordo com o jornal, a estimativa delineia três cenários pessimistas para o Iraque até o final de 2005, com a pior das hipóteses sendo acontecimentos que poderão levar a uma guerra civil, disseram autoridades. O resultado que poderia ser descrito como o ?menos pior? é um Iraque cuja estabilidade permaneceria tênue em termos políticos, econômicos e de segurança."Há uma significativa dose de pessimismo", disse ao Times uma autoridade governamental que leu o documento, que tem cerca de 50 páginas. As autoridades se recusaram a discutir as opiniões mais importantes incluídas no documento - declarações concisas, cuidadosamente redigidas sobre as conclusões dos analistas do serviço de informações.O jornal afirma que, como descrito pelas autoridades, o tom pessimista da nova avaliação contrapõe-se às declarações de autoridades da administração Bush nos últimos dias, incluindo comentários feitos na quarta-feira por Scott McClellan, o porta-voz da Casa Branca, que afirmou que estão sendo feito progressos no Iraque.O porta-voz da CIA, segundo o jornal, recusou-se a fazer comentários sobre a nova estimativa sobre o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.