Ciclone Heidi perde força na Austrália

O ciclone tropical Heidi se enfraqueceu, à medida que se move para o interior da região de Pilbara, rica em minério de ferro, na Austrália, mas o Porto Hedland, um importante terminal exportador, continua fechado devido à previsão de fortes chuvas nesta quinta-feira.

CLARISSA MANGUEIRA, Agência Estado

12 de janeiro de 2012 | 10h19

O ciclone Heidi é agora classificado em um sistema de categoria 1, uma nota abaixo da classificação que possuía quando atingiu a costa do país. Rajadas de até 120 quilômetros ainda são possíveis, e chuvas de até 250 milímetros deverão ser registradas no sul e leste do caminho do ciclone, afirmou o Escritório de Meteorologia.

Port Hedland, o maior porto de minério de ferro da região, continua sob alerta vermelho, embora relatos tenham indicado que o ciclone não provocou nenhum grande dano, declarou um porta-voz da autoridade portuária. O porto em Dampier foi reaberto após ter sido fechado durante a noite, de acordo com o porta-voz do porto.

As companhias mineradoras pararam de carregar os navios e suspenderam os trens na região na quarta-feira, em preparação para o ciclone, uma característica normal do verão australiano. Os voos de Perth para os aeroporto menores de Pilbara também foram interrompidos.

Gervaise Greene, porta-voz da Rio Tinto, afirmou que a empresa ainda decidiria se traria as embarcações de volta para os portos de Dampier e Cape Lambert a fim de retomar o carregamento.

Uma porta-voz da Fortescue Metals Group Ltd., que utiliza com a BHP Billiton os terminais em Port Hedland, disse que as operações portuárias e ferroviárias da companhia, bem como os três campos próximos de sua principal linha ferroviária, continuam parados. Ela disse que nenhum dano foi reportado e os locais de mineração e construção em Pilbara não foram significantemente afetados pelos ciclone e as chuvas.

A região de Pilbara representa cerca de 40% do comércio mundial de minério de ferro por via marítima, com as mineradoras embarcando grande parte da commodity siderúrgica para a China. O Escritório de Meteorologia previu em outubro um número acima da média de ciclones tropicais nesta estação, que usualmente ocorre entre novembro e abril. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
cicloneAustráliamineradoras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.