Ciclone mata 69 e desabriga milhares em Madagáscar

Um ciclone matou pelo menos 69 pessoas e deixou dezenas de milhares de desabrigados no norte de Madagáscar na semana passada, disseram autoridades da ilha africana nesta sexta-feira, 23. Deslizamentos sepultaram aldeias inteiras, rios transbordaram e estradas foram interrompidas desde a passagem do ciclone Indlala, no último dia 15. "Nunca vi tantos danos", disse à Reuters Jacky Randimbiarison, secretário executivo da agência de gerenciamento de desastres do governo.A agência disse que, além dos 69 mortos, há dois desaparecidos. O país - quarta maior ilha do mundo - tem 18,6 milhões de habitantes.A tempestade destruiu 3.619 casas e dezenas de prédios públicos, escolas e pontes, segundo as autoridades. Cerca de 8.280 hectares de arrozais foram arruinados.Na região de Ambanja, "uma montanha inteira desabou, enterrando duas aldeias sob milhares de toneladas de pedras e matando 20 pessoas, inclusive seis crianças numa escola", disse Randimbiarison.A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho pediram nesta sexta US$ 637 mil para ajudar Madagáscar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.