Cidade de Washington reforça defesa aérea

As defesas aéreas da capital norte-americana foram fortalecidas em virtude de uma intensificação de alerta e de uma advertência do diretor da CIA, George Tenet, de que atentados da Al-Qaeda poderiam ocorrer ainda nesta semana, disseram oficiais do Departamento de Defesa dos Estados Unidos.Baterias antiaéreas Avenger foram estacionadas em torno de Washington com radares adicionais, e a Força Aérea intensificou suas patrulhas sobre a cidade, disseram as fontes.Ainda hoje, durante testemunho perante a Comissão de Forças Armadas do Senado dos EUA, Tenet reiterou ter sido constatado o aumento do risco de um novo atentado contra o país."Se tiverem oportunidade, os terroristas da Al-Qaeda escolherão ataques que possam afetar alvos múltiplos, como monumentos importantes, causando mortes em grande escala, problemas econômicos e conseguindo respaldo por meio de demonstrações de força", acredita o diretor da CIA."Em resumo, senhor presidente, a Al-Qaeda vive a expectativa de retomar sua ofensiva", acrescentou.Tenet disse que a nova informação conduziu à intensificação do alerta nacional para o nível laranja, abaixo apenas do alerta vermelho.Em Nova York, a Ponte Whitestone foi fechada durante meia-hora devido a um falso alarme, desencadeado pela presença de um caminhão branco, considerado "suspeito".A ponte liga o bairro do Queens ao do Bronx. O veículo foi parado e, aparentemente, nada foi encontrado. O motorista foi detido porque "dirigia mal".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.