Cidade do México aprova união civil entre homossexuais

A assembléia legislativa da Cidade do México aprovou nesta quinta-feira, 9, uma lei que reconhece a união civil entre homossexuais, medida que concede uma série de benefícios sociais aos casais gays, assim como impõe responsabilidades similares às dos casais heteros. A lei, que não aprova o casamento homossexual, no entanto, ainda requer a assinatura do prefeito da Cidade do México, Alejandro Encinas, para entrar em vigor. Espera-se que Encinas a assine.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.