Cidade do México suspende alerta para gripe suína

A capital mexicana rebaixou hoje o alerta de gripe suína na cidade de "amarelo" para "verde" e o prefeito Marcelo Ebrard disse à população que "é possível relaxar agora" que não há registro de novas infecções há uma semana. Ebrard afirmou que a suspensão do alerta significa que, no momento, o risco de contaminação pelo vírus A H1N1 é baixo, que a situação está sob controle e que as imagens de incontáveis pessoas usando máscaras cirúrgicas pela cidade ficarão para a história. "Não há mais necessidade" de vestir máscaras cirúrgicas, declarou o prefeito da Cidade do México. "Agora todos podem andar pela cidade sem risco", assegurou.

AE-AP, Agencia Estado

21 de maio de 2009 | 16h51

O secretário de Saúde da capital, Armando Ahued, disse que ninguém é hospitalizado com infecção respiratória na cidade há três dias e que desde o dia 14 nenhum caso de gripe suína é confirmado na Cidade do México. "Estamos observando uma redução de 96,1% nos casos, e é por isso que estamos retirando o alerta hoje", disse Ahued. A capital mexicana foi duramente afetada pelo vírus, que infectou quase 4 mil pessoas no país, das quais 75 morreram.

Tudo o que sabemos sobre:
Gripe suínaCidade do Méxicoalerta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.