Daniel Aguilar/Reuters
Daniel Aguilar/Reuters

Cidade do México tem 10º dia de alerta por contaminação ambiental

Metrópole de quase 9 milhões de habitantes registra altas temperaturas e poucos ventos

O Estado de S.Paulo

24 Maio 2017 | 00h50

CIDADE DO MÉXICO - As autoridades manterão nesta quarta-feira, 24, a Cidade do México em alerta por contaminação ambiental pelo décimo dia consecutivo, proibindo a circulação de cerca da metade dos veículos na metrópole de quase 9 milhões de habitantes. Nessa época do ano, as elevadas temperaturas e os ventos escassos fomentam a contaminação ambiental.         

"A qualidade do ar atingiu nível muito ruim" e as condições devem permanecer assim por conta do sistema de alta pressão localizado na região central da República Central, indicou a Comissão Ambiental da capital mexicana em comunicado. 

As autoridades afirmaram que crianças, idosos, grávidas e pessoas com problemas respiratórios e cardiovasculares devem permanecer dentro das casas. Recomendou, também, não realizar atividades ao ar livre, especialmente entre 13h e 19h, o horário de maior contaminação. 

As medidas têm sido aplicadas ininterruptamente desde 15 de maio. A Cidade do México tem 8,9 milhões de habitantes e a Zona Metropolitana do Vale do México soma mais de 21 milhões. 

Alerta parecido foi declarado em março de 2016 durante quatro dias. Na ocasião, o governo local decidiu tomar medidas mais severas para as épocas mais secas. O programa "Hoy no Circula" (Hoje não circula) foi reforçado, impedindo a circulação de 20% dos 5,5 milhões de automóveis da capital entre segundo a sábado. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.