Cidade natal de Milosevic se prepara para enterro

Depois da recusa da Sérvia em permitir que o Slobodan Milosevic fosse enterrado com honras de estado na capital, partidários de Milosevic, sua viúva e seu filho resolveram enterrá-lo no jardim de sua mansão, na cidade natal de Pozarevac, a 50 quilômetros de Belgrado. Milosevic será enterrado sob uma tília, árvore ornamental nativa da Europa, no jardim da residência da família, na Sérvia. O sepultamento de Milosevic no local vai contra as tradições sérvias, que determinam que os mortos só podem ser enterrados em cemitérios. "Nosso presidente gostava muito do local. Especialmente a tília no jardim", afirmou o chefe do partido socialista local, Milomir Ilic. Contudo, uma preocupação mais imediata é o funeral marcado para sábado, que pode atrair centenas de partidários do líder sérvio, o que poderia causar tumulto. O caixão com o corpo de Milosevic foi transportado na quarta-feira da Holanda, onde ele faleceu no sábado, e será exposto por dois dias em um museu há algumas quadras de sua antiga residência na Sérvia. Ainda não é certo se o filho de Milosevic, Marko, e a viúva poderão comparecer ao enterro. A esposa de Milosevic enfrenta acusações por abuso de poder na Sérvia. Marko voltou para Moscou, juntamente com sua mãe, Mirjana Markovic, onde os dois vivem em exílio e se recusaram a falar com a imprensa. O legislador russo nacionalista, Sergei Baburin, disse que Mirjana não viajaria para a Sérvia para o funeral porque não havia garantias de segurança suficientes.

Agencia Estado,

15 Março 2006 | 19h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.