Cidade processa Estado nos EUA por proibir casamento gay

Depois de celebrar mais de 2.700 casamentos entre pessoas do mesmo sexo na semana passada, a cidade de São Francisco anunciou que processará o Estado da Califórnia, desafiando uma proibição à união entre homossexuais. O promotor municipal Dennis Herrera planeja ingressar com o processo ainda hoje, disse Matt Dorsey, porta-voz da procuradoria da cidade.Dois juízes já estão analisando contestações apresentadas por grupos conservadores que tentam conter a onda de casamentos iniciada na última quinta-feira. A cidade exige que esses casos sejam consolidados em apenas um processo. O município pediu ao ministro da Suprema Corte James Warren que declare inconstitucionais dois parágrafos do código de família da Califórnia, que definem o casamento como a união entre um homem e uma mulher.As autoridades municipais querem que o juiz determine se a restrição aos casamentos entre pessoas do mesmo sexo viola as cláusulas de igualdade previstas pela Constituição da Califórnia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.