Cidade xiita é palco de confrontos intensos

A calma voltou nesta quarta-feira à Cidade Sadr, onde na terça-feira à noite ocorreramchoques entre milicianos xiitas e soldados americanos e iraquianos. Segundo fontes do Ministério do Interior, as mais de três horasde combates começaram depois que uma força conjuntaamericano-iraquiana foi atacada supostamente por milicianos doExército Mehdi, liderado pelo clérigo rebelde xiita Moqtada al-Sadr. Os soldados foram atacados enquanto iniciavam uma operação paraprender suspeitos de pertencer aos esquadrões da morte, responsáveisdo seqüestro e assassinato de centenas de pessoas nos últimos meses. Durante os choques, cinco pessoas morreram, 20 ficaram feridas emais de vinte veículos foram danificados, acrescentaram as fontes. Na terça-feira, o comandante-em-chefe das tropas americanas noIraque, o general George Casey, e o embaixador dos EUA, ZalmayKhalilzad, anunciaram mudanças na estratégia militar da coalizãopara conseguir erradicar a violência sectária no Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.