Cidades iraquianas rebeldes devem cair, diz Bush

O presidente dos EUA, George W. Bush, afirmou que os rebeldes de Faluja e de outras cidades iraquianas precisam ser derrotados antes das eleições iraquianas, previstas para janeiro de 2005. Em sua primeira entrevista coletiva depois da reeleição, Bush não deu detalhes ou um cronograma sobre a planejada ofensiva contra Faluja; tropas americanas preparam-se para atacar a cidade há mais de uma semana. O presidente também evitou responder se planeja aumentar ou reduzir o número de tropas dos EUA no Iraque, limitando-se a dizer que os comandantes das forças de ocupação não pediram por tropas adicionais. Bush disse ainda que tentará forjar um novo consenso internacional sobre a luta contra o terrorismo. "Estamos travando uma guerra ao terror e todos os americanos têm interesse no resultado dessa guerra - republicanos, democratas e independentes. Todos os países civilizados também têm interesse no resultado dessa guerra. Quaisquer que tenham sido nossas divergências no passado, temos um inimigo comum e temos o dever comum de proteger nossos povos", acrescentou.Falando sobre temas domésticos, Bush deixou claro que pretende cumprir as promessas de campanha. "Esta semana, os eleitores da América estabeleceram a direção para nosso país nos próximos quatro anos", disse o presidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.