Cientista planeja enviar sonda ao centro da Terra

Um cientista dos Estados Unidos planeja enviar um sensor ao coração do planeta, segundo a revista britânica Nature. O projeto, que lembra a conhecida aventura escrita pelo francês Júlio Verne, Viagem ao Centro da Terra - ou a aventura de Edgar Rice Burroughs, At the Earth?s Core -, consiste em usar um poderoso fluxo de ferro fundido como meio para dar a passagem à sonda até o núcleo terrestre.O sensor teria de viajar através de 5 mil quilômetros de rocha e suportar temperaturas de mais de 4 mil graus para chegar ao coração da Terra, composto provavelmente de ferro e níquel em estado sólido. Embora o projeto soe como um filme de ficção científica, já conseguiu ser publicado pela Nature, uma das mais prestigiadas revistas científicas do mundo. O responsável pela idéia, David Stevenson, do Instituto de Tecnologia de Pasadena, na Califórnia, afirma que é totalmente possível.Stevenson explicou que a energia necessária para abrir o buraco seria equivalente a um terremoto de magnitude 7 na escala Richter, uma explosão nuclear ou vários milhões de toneladas de dinamite."O desafio tecnológico que a idéia supõe é muito menor que o do projeto Manhattan", disse o cientista, referindo-se ao plano desenvolvido para construir a primeira bomba atômica. O ferro necessário para preencher a fenda poderia chegar a um bilhão de quilos, aproximadamente a quantidade produzida em uma hora por todas as fundições do mundo. As tentativas mais ambiciosas feitas até agora para chegar ao centro do planeta tiveram uma penetração de apenas 10 quilômetros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.