Cientistas pegam 6 anos por subestimar tremor

Sete cientistas italianos foram condenados ontem a 6 anos de prisão por homicídio culposo, por subestimar os riscos do terremoto em L'Aquila em 2009. O tremor varreu o centro histórico e deixou mais de 300 mortos e 80 mil desabrigados. A Justiça considerou que as autoridades divulgaram informações tranquilizadoras à população, que, caso contrário, teria conseguido se proteger. A defesa recorrerá da sentença.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.