Cientistas que ajudaram Irã morrem em acidente

Entre as 44 vítimas do acidente aéreo ocorrido no início da semana na Rússia, estavam pelo menos 5 cientistas nucleares russos que ajudaram a construir a usina iraniana de Bushehr. A informação foi revelada ontem pelo próprio governo russo. Considerado a maior autoridade em energia nuclear de Moscou, Andrei Tropinov estava abordo do Tupolev que teve parte de sua fuselagem rompida e pegou fogo, caindo na periferia da cidade de Petrozavodsk. O governo russo disse não haver indícios de sabotagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.