Cientistas seqüenciam potencial arma biológica

Cientistas nos EUA seqüenciaram o genoma da bactéria causadora da febre de Malta, Brucella melitensis, considerada uma arma biológica em potencial. São 3 milhões de pares de bases de DNA, divididos em dois cromossomos. A bactéria infecta primeiramente ovelhas e cabras, mas pode passar para o homem por contato direto ou pelo consumo de leite não-pasteurizado. Raramente é mortal, mas espalha-se rapidamente e é difícil de tratar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.