Cigarro de diplomata causa alarme falso em voo nos EUA

Avião chegou a ser escoltado por caças devido a alerta de atentado terrorista

AE-AP, Agência Estado

08 de abril de 2010 | 10h36

WASHINGTON - Um diplomata do Catar que acendeu um cigarro escondido, no banheiro de um avião, provocou na noite de ontem um alarme falso durante um voo entre a capital norte-americana, Washington, e Denver, informaram autoridades.

 

Dois caças F-16 escoltaram o avião, que aterrissou no aeroporto de Denver por volta das 19h no horário local (22h no horário de Brasília), em meio ao alerta máximo das autoridades por um suposto risco de atentado terrorista.

Após investigações, não foram encontrados explosivos no corpo nem na bagagem do diplomata. As autoridades acreditam que ele não teve intenção de causar nenhum problema, apenas alimentar seu vício, disse um importante funcionário que pediu anonimato.

Uma fonte chegou a dizer anteriormente que o FBI investigava se o homem havia tentado acender combustível que estaria em seus sapatos, em uma suposta tentativa de ataque terrorista. O voo comercial aterrissou em Denver, sem qualquer problema para as pessoas a bordo.

 

Segundo o jornal americano New York Times, uma autoridade que pediu para se manter anônima disse que, ao ser confrontado com o policial no voo, o homem teria alegado possuir imunidade diplomática e feito comentários sarcásticos sobre o incidente, interpretados como ameaças pelo policial.

 

O avião trazia 163 pessoas a bordo. O departamento de Segurança em Transporte (TSA, na sigla em inglês) disse que o suspeito foi interrogado por autoridades.

 

"O TSA está monitorando o incidente no voo 663 da United Airlines depois de receber relatos iniciais de que um policial federal a bordo reagiu a um passageiro, possivelmente causando tumulto a bordo da aeronave", afirmou a agência em um pronunciamento.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAincidentealarmevoocigarro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.