Cincinnati decreta fim de toque de recolher

A prefeitura de Cincinnati (EUA) decretou hoje o fim de um toque de recolher que ajudou a acabar com os conflitos criados pelo assassinato de um homem negro desarmado pela polícia. "Temos uma oportunidade para uma nova Cincinnati", afirmou o prefeito Charles Luken ao anunciar a decisão.De acordo com Luken, o estado de emergência, decretado na quinta-feira passada, continuará em vigor por tempo indeterminado. O toque de recolher - das 20h às 6h (horário local) - teve início também na quinta-feira para tentar conter três noites de conflitos, arrombamentos de lojas, espancamento de pessoas brancas e enfrentamentos com a polícia.Até hoje, 837 pessoas foram detidas desde o dia 9, tanto sob acusações criminais como por desobedecer o toque de recolher. As ruas estavam relativamente tranqüilas durante o final de semana e na manhã desta segunda-feira.A Câmara Municipal planeja realizar logo uma sessão especial para discutir as demandas dos líderes negros por uma reformulação na polícia local e pela criação de uma comissão para investigar crimes de negros cometidos por policiais.O assassinato de Timothy Thomas, de 19 anos, no dia 7, por um policial branco, causou dias de protestos, a abertura de uma investigação federal e o pedido de responsabilização dos culpados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.