Cinco albaneses étnicos são mortos em Kosovo

Franco-atiradores emboscaram um carro numa rodovia de Kosovo e mataram cinco membros de uma família albanesa étnica, informou hoje um porta-voz da ONU. As vítimas viajavam num carro na noite de segunda-feira pelo centro de Kosovo, cerca de 20 km a oeste de Pristina, quando o veículo foi bloqueado e então alvejado com vários tiros, afirmou o porta-voz Andrea Angeli. A vítima mais jovem tinha 9 anos e a mais velha, 50.Fontes da ONU disseram que um sexto passageiro, uma menina de 16 anos, sobreviveu aos disparos. Ela foi levada a um hospital, mas não há informações sobre suas condições. Segundo fontes albanesas étnicas, que pediram para não serem identificadas, uma das vítimas, Hamza Hajra, 50 anos, trabalhou para a polícia sérvia em Kosovo, a província no extremo sul da Sérvia, a maior república da Iugoslávia.A polícia isolou a área e está tentando determinar o motivo do ataque, disse o porta-voz da ONU. Ele afirmou que tratou-se de uma das mais bárbaras matanças na província nos últimos meses porque mulheres e crianças foram alvejadas. A matança ocorreu no Vale de Drenica, uma região habitada apenas por albaneses étnicos.Forças sérvias lançaram uma dura repressão contra a maioria albanesa étnica da província, que terminou depois de uma campanha de bombardeios aéreos da Otan, em 1999, depois de ter durado dois meses e meio. Desde então, a província está sob controle da Otan e da ONU.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.