Cinco chineses são destituídos por causa de acidente de trem

Até o momento, oito funcionários foram expulsos por responsabilidade no acidente que matou 72 e feriu 416

Efe,

04 de maio de 2008 | 03h36

Cinco funcionários ferroviários foram destituídos por sua responsabilidade no acidente de trem que deixou 72 mortos e 416 feridos na província oriental de Shandong. Ao todo, oito oficiais já foram expulsos, informou neste domingo, 4, a agência oficial Xinhua. Veja também:China diz que excesso de velocidade causou choque de trensColisão entre trens deixa pelo menos 70 mortos na China "Os erros destes funcionários causaram diretamente o desastre", anunciou o Birô de Ferrovia da cidade de Jinan. As expulsões chegam após as destituições prévias de três altos funcionários por sua responsabilidade no acidente, que ocorreu na madrugada da segunda-feira passada. Dos 416 feridos, 353 continuam hospitalizados em vários hospitais, enquanto as identidades dos 72 falecidos foram confirmadas. O acidente, o pior registrado em uma década na China, aconteceu na localidade de Zibo quando um trem de passageiros descarrilou "por excesso de velocidade e um erro humano" e colidiu contra outro, segundo a investigação do grupo criado pelo Conselho de Estado (Governo).

Tudo o que sabemos sobre:
Chinaacidente de trem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.