Cinco detidos em Guantánamo concordam com transferência ao Catar

Decisão envolvendo líderes do Talebã é parte de plano de paz de governo afegão; EUA não ainda aprovaram iniciativa.

BBC Brasil, BBC

10 de março de 2012 | 18h18

Cinco comandantes do Talebã detidos no centro de detenção da Baía de Guantánamo concordaram em ser transferidos para o Catar como parte de um plano de paz, disseram integrantes do governo afegão neste sábado.

Os EUA ainda não aprovaram a medida, mas a estuda como forma de incentivar que militantes negociem a paz no Afeganistão.

Um porta-voz do governo americano disse que qualquer decisão será tomada junto com o Congresso.

Nenhum dos cinco é acusado de matar diretamente americanos.

Se transferidos, eles vão se reencontrar com suas famílias no Catar, país que vem desempenhando papel cada vez maior nas negociações.

Em janeiro, o Talebã abriu um escritório político no Catar.

A agência de notícias Reuters afirma que atualmente o centro de Guantánamo abriga 171 detentos.

O presidente americano, Barack Obama, havia dito que uma de suas metas no governo seria fechar o local. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
afeganistãoguantánamotalebã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.