Cinco estudantes suspeitos de planejar massacre são presos

Cinco jovens que pretendiam fazer uma matança em seu colégio foram detidos após um dos organizadores discutir seus planos em um fórum de internet, informou a polícia local. Os garotos, entre 16 e 18 anos, foram presos na última quinta-feira, na mesma data do massacre da escola de Columbine, algumas horas após discutirem os detalhes finais do plano de entrar em seu colégio e disparar contra os estudantes e funcionários, autoridades disseram. "O principal problema é que eles realmente estavam determinados a cumprir o seu plano", disse o xerife do condado, Steve Norman. Os adolescente planejavam usar coletes a prova de balas e desligar as câmeras de segurança do colégio antes de começar o ataque. As autoridades encontraram armas, munição, facas e mensagens codificadas no quarto de um dos suspeitos, além de documentos sobre armas de fogo, referências ao Juízo Final e dois cadeados que, acredita-se, são do colégio. Aparentemente, eles estavam planejando o ataque desde o começo do ano letivo. Norman disse que inspetores do colégio começaram a investigar os garotos na terça-feira, após encontrarem uma mensagem ameaçadora no site de relacionamentos MySpace.com. "A mensagem, era breve, mas afirmava que ocorreria um tiroteio na escola de Riverton e que as pessoas deveriam usar coletes à prova de balas", disse Norman. Os inspetores do colégio identificaram o estudante que havia colocado a mensagem e conversaram com vários de seus amigos. Mas o superintendente do distrito escolar de Riverton, David Walters, disse que a possibilidade de ocorrer o ato só foi confirmada na quarta-feira à noite, após uma mulher da Carolina do Norte, que conversou pela internet com um dos suspeitos, notificar as autoridades de que haveriam várias vítimas no colégio Riverton. Quatro dos suspeitos foram presos em suas casas na quinta-feira; o quinto foi levado em custódia do colégio. Acredita-se que os suspeitos, que ainda não tiveram suas identidades reveladas, irão comparecer ao tribunal nesta sexta-feira, onde as acusações serão oficializadas, disse o escritório de promotoria. Quatro suspeitos, menores de idade, estão detidos na prisão juvenil de Girard. O de 18 anos está na prisão do condado. Ainda não foram decididas as acusações que serão feitas. Autoridades asseguraram que todos os estudantes da escola de Riverton estão a salvos e as aulas irão continuar como se fosse uma sexta-feira normal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.