Cinco morrem em atentado contra funeral no Paquistão

Homens armados abriram fogo no enterro de dois integrantes de um partido político, assassinados pela manhã, matando mais cinco pessoas. Os atacantes, que fugiram num carro, fizeram os disparos quando as pessoas saíam do cemitério, depois de terem enterrado dois ativistas do Movimento Mutahida Qami, que representa muçulmanos que vieram da Índia para Karachi.Entre os mortos no funeral estava Qari Yaqubn Abdullah, pregador em uma mesquita sunita da área. A polícia acredita que ele foi pego de surpresa no fogo cruzado, enquanto estava em pé em frente à sua mesquita. Duas outras pessoas estavam em condição crítica num hospital. Ainda não houve nenhuma prisão e nenhum grupo se responsabilizou pelo atentado.A maior parte da violência acontece entre dois grupos políticos, o Movimento Muthahida Qami e uma dissidência, o Movimento Mohajir Qami. As duas facções representam muçulmanos de fala urdu, que deixaram a Índia em 1947.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.