Cinco países são eleitos para Conselho de Segurança da ONU

A Assembléia Geral da ONU elegeu nesta sexta-feira Japão, Turquia, Áustria, México e Uganda, para as vagas do Conselho de Segurança para 2009 e 2010, rejeitando as candidaturas do Irã e da Islândia. Como era esperado, o peso-pesado Japão derrotou o Irã na disputa de uma vaga para um país asiático, que será desocupada a partir de 1o de janeiro. O Irã está sob sanções do Conselho de Segurança por causa de seu programa nuclear, e recebeu apenas 32 votos, contra 158 do Japão. Em uma disputa entre três nações européias para duas vagas, a Islândia --aparentemente vitimada por sua grave crise financeira-- recebeu 87 votos, número muito menor que a maioria de dois terços necessária para a eleição. A Turquia passou facilmente, e a Áustria por uma pequena margem. A eleição de México e Uganda já estava virtualmente garantida, já que eles não tiveram oposição em seus grupos regionais. A Assembléia Geral vota uma vez por ano para cinco das dez vagas não-permanentes do Conselho de Segurança de 15 nações, o órgão da ONU que tem o poder de impor sanções e de enviar missões de paz. Os membros permanentes, que têm poder de veto, são os Estados Unidos, Rússia, Grã-Bretanha, França e China. (Reportagem de Patrick Worsnip)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.